Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Controle da diabetes parte III

             Para que o diabético possa ter uma vida normal e reduza ao máximo o risco de contrair qualquer complicação da doença, deve saber controlar os níveis de glicemia, mas não só. Tem que seguir uma dieta específica, devendo recorrer ao nutricionista, praticar exercício físico regular e saber administrar a insulina, necessária á sua sobrevivência.            
            É também importante fazer alguns exames regulares, não só á glicemia, mas também a dislipidemia, função renal e controle da pressão arterial.                                      
A prática da actividade física é fundamental no controle da diabetes. Isso porque ajuda a manter a glicemia dentro dos níveis desejados, na manutenção do peso corporal e no controle da dislipidemia, entre outros benefícios.
            Por fim, é importante existir uma equipa de especialistas, pois a orientação terapêutica é fundamental para o manuseio da diabetes.
            A diabetes não tem cura, mas pode viver-se com a doença, desde que se siga as recomendações do médico especialista.
            Os remédios variam de acordo com o tipo de doença, e só o médico poderá prescrever o mais indicado segundo o caso. Os diabéticos, que não produzem insulina ou a produzem em quantidades insignificantes, devem receber a hormona por via injectável.
            Já os diabéticos tipo II, muitas vezes consegue compensar a sua diabetes apenas com dieta. Muitos pacientes obesos mantêm-se totalmente compensados apenas atingindo o seu peso ideal. Outros, porém, necessitam de medicamentos para estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

           
Existem dois tipos de medicamentos para tratar a doença, já acima referidos, que são:
 
            Os hipoglicimiantes orais são indicados para o tratamento da diabetes dois. Existem vários tipos.
            A insulina, a medicação principal para os diabéticos tipo I e II, que não responderam aos hipoglicimiantes orais. Actualmente estão disponíveis várias apresentações de insulina, conforme a origem, tempo de acção e concentração.
            As primeiras insulinas eram de origem bovina, então verificou-se que a molécula de insulina do porco era semelhante á molécula de insulina humana e esta passou a ser utilizada. Há também insulinas similares às produzidas naturalmente pelo organismo humano, obtidas através de certas técnicas de engenharia genética.
            Relativamente ao tempo de acção, as insulinas podem ser: de acção intermediária, rápida ou muito rápida. Estão disponíveis ainda combinações de insulinas de acção curta e intermédia. As de acção intermédia duram entre 20 a 24 horas e destinam-se ao controle diário. Já as de acção rápida actuam aproximadamente 30 minutos após a sua aplicação, com a duração de 6 a 7 horas e são usadas no tratamento de descompensações diabéticas, emergências ou como complemento do controle diário. Por fim, ultra-rápida deve ser utilizada imediatamente após as refeições, pois começa a agir em 15 minutos.
            O diabético deve aplicar de manhã uma de acção intermédia, completando-a em ouros horários, se necessário, conforme prescrição médica. O ideal é que o paciente aprenda a administrar as doses tornando-se independentes.
 

tags:

publicado por simply_misses às 11:17
link do post | comentar | favorito

.Este blog foi idealizado no âmbito do projecto "Doenças do séc. XXI", que estamos a desenvolver na área curricular Área de Projecto do 12º ano, da Escola Secundária de Fafe. Agradecemos desde já a colaboração de todos que tornaram este trabalho realidade.

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28


.posts recentes

. Curas Alternativas

. ...

. Entrevista com a nutricio...

. Hipocolesterolémia

. Hipercolesterolémia

. Controle do Colesterol

. Controle dos Colesterol

. A que se deve o aumento d...

. Função do colesterol

. Colesterol

. Palestra com o Ortopedist...

. Apresentação do Filme "Aw...

. Stress

. Causas

. Os sintomas físicos

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm
SAPO Blogs

.subscrever feeds